Enter your keyword

post

Relatório aponta 57 empresas responsáveis por 80% das emissões de CO2

Entre 2016 e 2022, 251 gigatoneladas de CO2 foram emitidas no planeta, segundo relatório da Influence Map com informações do banco de dados da Carbon Majors Database. No total, apenas 57 empresas foram responsáveis por cerca de 80% de todas essas emissões de CO2. E todas da indústria do petróleo, gás, carvão ou cimento. 

Entre elas, estão nomes como ExxonMobil, Shell, BP, Chevron e TotalEnergies, cada uma associada a pelo menos 1% das emissões globais.

A medição compreende o período que se iniciou logo após o Acordo de Paris. Foi o momento em que governos se comprometeram a reduzir a emissão de gases de efeito estufa. Contudo, a análise revela que a maioria dessas empresas aumentou sua produção de combustíveis fósseis e emissões de CO2 em comparação com os anos anteriores ao acordo.

E esse parece ser um padrão. Entre as empresas que estão no ranking das 122 maiores poluidoras climáticas do mundo, 65% das estatais e 55% das do setor privado aumentaram a produção desses gases.

Países e empresas da lista

O aumento das emissões foi maior nos países Ásia. No total, 13 de 15 (87%) empresas avaliadas estão ligadas a emissões mais altas no período após o Acordo de Paris do que nos anos anteriores.

No Oriente Médio, esse número é de 7 de 10 empresas (70%), enquanto na Europa é 13 de 23 empresas (57%) e na América do Sul, 3 de 5 (60%) empresas, na Austrália, 3 de 4 (75%) empresas e no continente africano, o aumentos e deu em 3 de 6 (50%) empresas. 

Apesar de ser um dos grandes pólos de liberação de gases, a América do Norte foi a única região onde uma minoria de empresas estava ligada às emissões de CO2 que aumentaram – 16 de 37 (43%).

Na análise histórica, desde XXXX, o topo do ranking é da China, cuja produção estatal de carvão representa 14% do CO2 já emitido. Em seguida, estão grandes empresas dos EUA, como a Chevron (responsável por 3% das emissões) e ExxonMobil (2,8%).

Logo depois estão a Gazprom, da Rússia, e a National Iranian Oil Company, do Irã. Seguindo a lista, há as duas empresas europeias de capital aberto: BP e Shell (cada uma com mais de 2%) e a Coal India.

Responsabilidade nas emissões de CO2

Para Daan Van Acker, da InfluenceMap, a pesquisa “fornece um elo crucial para responsabilizar esses gigantes da energia pelas consequências de suas atividades”.

Já para Richard Heede, do Carbon Majors, os produtores de combustíveis fósseis têm a obrigação moral de pagar pelos danos que causaram e agravaram. Além disso, precisam buscar a redução das emissões de CO2 imediatamente.

Por enquanto, ExxonMobil, Chevron, BP e Shell possuem metas de emissão líquida zero, cada uma com métodos diferentes. Contudo, muitas das empresas da lista do relatório já fizeram alguns investimentos em energia renovável.

 

The post Relatório aponta 57 empresas responsáveis por 80% das emissões de CO2 appeared first on Giz Brasil.