Enter your keyword

post

Nova cobra gigante é identificada pela National Geographic na Amazônia

Nova cobra gigante é identificada pela National Geographic na Amazônia

Submersas nas águas turvas de pântanos, brejos e rios das florestas da América do Sul, estavam escondidas representantes da maior cobra do mundo. Da família das sucuris, elas eram classificadas como parte de outra espécie.

Agora, chamada de sucuri verde do norte, a cobra pode crescer até 7,5 metros e pesar cerca de 500 quilos. Até então, esses animais eram englobados na nomenclatura da sucuri verde, que possui representantes bastante diferentes da nova espécie.

“Geneticamente, as diferenças são enormes. São 5,5% de diferença. Agora, para colocar isso em contexto, nós somos cerca de 2% diferentes dos chimpanzés”,  explica Bryan Fry, pesquisador da National Geographic.

A descoberta aconteceu após pesquisadores da National Geographic estudarem as cobras encontradas na Amazônia brasileira, equatoriana e venezuelana. Os resultados da pesquisa foram publicados na revista Diversity.

Sobre a descoberta

Em geral, as sucuris eram divididas em quatro espécies de cobras, sendo a verde (Eunectes murinus) a maior delas, já conhecida e que existe há mais de 10 milhões de anos. Agora, frente às novas informações, cientistas propõem as sucuris verdes entre a espécie do norte e do sul da Amazônia, conforme a região que elas costumam habitar.

Dessa forma, as cobras encontradas no norte recebem o nome científico de Eunectes akayima, enquanto as do sul seguem com a nomenclatura já conhecida.

Nova cobra gigante é identificada pela National Geographic na Amazônia

(Imagem: Jesus Rivas et al./ Reprodução)

Ainda assim, há locais em que representantes de ambas as espécies convivem em harmonia, como na Guiana Francesa, onde pesquisadores relataram ver as cobras coexistindo em margens opostas de um rio.

De acordo com os pesquisadores, a semelhança física é tão presente que apenas analisando amostras de sangue e padrões de escamas foi possível identificar a diferença genética. 

Contudo, eles alegam que mais pesquisas são necessárias para encontrar evidências da diferenciação conforme a evolução das espécies.

Identificar para conservar

Todo o processo foi documentado pela National Geographic e se tornará uma nova série do Disney+, chamada “Pole to Pole With Will Smith”. 

Segundo os pesquisadores, a descoberta e divulgação é fundamental para a conservação das sucuris, que são predadores do topo da cadeia alimentar. Por isso, elas são vitais para manter o equilíbrio em seus ecossistemas.

Atualmente, as cobras e seus habitats estão sob ameaça. A região da Amazônia sofre com o desmatamento, incêndios florestais, seca e poluição de metais pesados. Dessa forma, identificar a nova espécie de sucuri é importante para delimitar sua população e compreender os desafios que esses animais enfrentam. 

A União Internacional para a Conservação da Natureza explica que a sucuri verde não está sob grandes ameaças. Porém, a entidade fez o levantamento sem a distinção entre a duas espécies.

“É importante, porque a recém-descrita sucuri verde do norte tem uma área de distribuição muito menor do que a do sul, e portanto isso a torna muito mais vulnerável”, diz Fry.

The post Nova cobra gigante é identificada pela National Geographic na Amazônia appeared first on Giz Brasil.