Enter your keyword

post

Lixo espacial da ISS acerta casa nos EUA e morador quase é atingido

Uma família na Flórida, nos EUA, foi surpreendida quando um objeto cilíndrico desconhecido e pesando quase um quilo, caiu do céu e perfurou o telhado de sua casa. O incidente com o lixo espacial ocorreu no começo de março  enquanto Alejandro Otero, o patriarca da família, estava de férias. Seu filho, que estava em casa, ouviu um som estrondoso mas não foi atingido.

A família voltou mais cedo da viagem para descobrir um grande buraco no chão e no teto causado pelo objeto. Agora, descobriu-se que o objeto na realidade era um lixo da Estação Espacial Internacional. As informações são da emissora norte-ameciana WinkNews.

Esse lixo espacial possivelmente consistia em baterias descarregadas da ISS, presas a um palete de carga que originalmente deveria retornar à Terra de maneira controlada.

Em postagem no X , Otero disse que aguarda comunicação dos “órgãos responsáveis” para resolver o custo dos danos à sua casa. Apesar do susto e dos danos significativos à propriedade, eles estão aliviados que ninguém se machucou.

Mas uma série de atrasos fez com que esta carga perdesse a viagem de regresso à Terra. Por isso, a NASA descartou as baterias da estação espacial em 2021 para uma reentrada não guiada, o que gerou o impacto na casa.

Ao ficar sabendo do impacto, NASA recuperou os destroços do proprietário, segundo Josh Finch, porta-voz da agência à ArsTechnica.

Qual a chance de lixo espacial acertar alguém?

Apesar de boa parte do lixo espacial se desintegrar na atmosfera ao cair, os pedaços maiores podem eventualmente chegar até o chão. A NASA afirma cerca de 80% da população mundial vive em estruturas que não oferecem proteção contra a queda desses objetos do espaço.

Por mais que a chance de alguém ser atingido seja considerada remota, isso não significa necessariamente que o risco não exista. Vale lembrar que a queda de lixo espacial já foi reportada em várias regiões do planeta, inclusive no Brasil.

Em um estudo publicado na revista científica Nature Astronomy, os pesquisadores fizeram um levantamento dos potenciais restos de foguetes que estão em uma órbita inferior a 600 km de altitude, e que foram lançados nos últimos 30 anos.

A lista indica 651 pedaços de lixo espacial sob o risco de cair de forma descontrolada nos próximos 10 anos. Segundo a NASA, existem mais de 27 mil pedaços de lixo espacial em órbita – fruto de 65 anos de exploração espacial.

Eles têm tamanhos entre alguns milímetros a vários metros, viajando a alta velocidade, sendo um perigo para naves e estações espaciais em órbita, bem como para humanos aqui na Terra.

The post Lixo espacial da ISS acerta casa nos EUA e morador quase é atingido appeared first on Giz Brasil.